top of page

Como instalar um carregador de carros elétricos na sua garagem ou empresa


Como instalar um carregador de carros elétricos na sua garagem ou empresa

As vantagens dos automóveis elétricos ou híbridos plug-in conquistam condutores e empresas todos os dias. A Consilcar conta-lhe tudo o que precisa saber para a instalação de um ponto de recarga na sua casa ou empresa.


Adquirir um automóvel elétrico ou híbrido plug-in é uma opção cada vez mais racional para utilizadores particulares ou empresas, com vantagens reais ao nível dos custos de utilização e de manutenção, além das menores emissões locais da viatura. Mas antes da aquisição, convém que pense no local de carregamento ou mesmo na instalação de um ponto de recarga, uma tarefa cada vez mais facilitada pela existência de inúmeras alternativas no mercado, cada vez mais acessíveis, e inclusive com incentivos estatais através do Fundo Ambiental. Em condomínios, por exemplo, pode ser comparticipado 80% do valor de aquisição do carregador, com IVA, até 800 euros por carregador, além de 80% do valor da instalação elétrica associada ao carregador comprado, com IVA, até 1000 euros por cada lugar de estacionamento.


Tomada doméstica vs Carregador / Wallbox

Tomada doméstica vs Carregador / Wallbox


A primeira questão a colocar é o local do carregamento. Uma tomada convencional pode ser a alternativa mais cómoda e barata… mas não é a mais aconselhável. Este tipo de carga normalmente limita-se a cerca de 10A e cerca de 2,3 kW de potência, de forma a garantir a segurança da sua casa, o que tem um efeito negativo nos tempos de recarga. Além disso, as tomadas domésticas não foram concebidas para o fornecimento contínuo e prolongado de corrente elétrica, o que leva ao seu sobreaquecimento – podendo prejudicar a instalação elétrica do imóvel. Se vive num apartamento, saiba também que é ilegal atirar cabos pela janela numa parte comum do prédio (fachada) e na rua, porque pode pôr em risco a segurança no edifício e na via pública.

Se quisermos ter potências de carga superiores, normalmente de 16A ou 3,68 kW de potência, então é aconselhável instalar um ponto de carga adaptado às necessidades de um carro elétrico. Não precisa de ser uma wallbox, pode optar por uma tomada reforçada, com valores, por exemplo, a partir de 342€ ou 349€, já com a instalação. No entanto, se pretender um controlo dinâmico de potência e integração com uma aplicação para smartphone (com controlo mais exaustivo dos custos, programação do horário de carregamento, etc.) então a opção é um carregador específico ou wallbox.

Para dispositivos de carregamento com velocidades até 22 kW, o custo começa nos 949.90€, já com a instalação, tomando como exemplo esta opção, entre várias disponíveis no mercado.


Pontos de recarregamento em empresas

Pontos de recarregamento em empresas


As empresas também têm cada vez mais vantagens na utilização de viaturas totalmente elétricas ou híbridas plug-in, sendo cada vez mais frequente a instalação de carregadores nos respetivos parques de estacionamento. Aqui há uma oferta diferenciada, consoante o espaço de estacionamento é privado (exclusivo a colaboradores e visitantes autorizados) ou público, mas as soluções técnicas têm o mesmo princípio, adaptado às necessidades de carregamento (potência disponível, número de viaturas que podem ser recarregadas ao mesmo tempo, etc.). Há, inclusive, a possibilidade de ligação à rede pública de carregamento Mobi.e, o que permite a uma empresa rentabilizar o seu espaço e o investimento em carregadores. Como sempre, o segredo é pedir propostas adaptadas ao caso da sua empresa e comparar diferentes ofertas e fornecedores.


Seja em casa ou no seu local de trabalho, a instalação de um ponto de recarregamento para carros elétricos e híbridos plug-in é um processo cada vez mais simplificado e com vantagens competitivas.

Comments


bottom of page